Manual de Exposição de Flores

Atualizações e Correções 2007

MEF 2007  -  CORREÇÃO nº1 - 18.02.2008

Página 64  5. d.

Substituir o conteúdo do item d. por
d. Cada mostra deve ser composta de no mínimo cinco (5) espécimes diferentes de corte exibidos em recipientes individuais, ou cinco (5) plantas diferentes cultivadas em recipientes apresentadas em recipientes individuais.

 

Página 150-151 – 3. h.

Eliminar o item h. que diz:

h. Para frutas/verduras/nozes, o programa freqüentemente indicará a fruta, verdura ou noz específica, p.ex., “Cenoura – Daucus sativas”; o expositor então incluirá o cultivar.

 

Página 188

Substituir:

HEMEROCALE, Hemerocallis (Hemerocallidacae)

por

HEMEROCALE, Hemerocallis (Hemerocallidaceae)

 

Página 300

TAPEÇARIA item 1. linha 6

Substituir:

o designer define a silhueta dentro do espaço alocado.

por

o designer define a(s) silueta(s) dentro do espaço alocado.

 

Página 319-320

f. Não existe tamanho mínimo ou máximo para uma Mostra Educativa; entretanto, para ser elegível para um Prêmio de Melhor Expositor Educativo uma mostra deve ocupar no mínimo 5,50  m2 (18 pés quadrados) de área de superfície. Exceção: uma Pequena Exposição-Padrão de Flores Petite ou Exposição-Padrão de Flores Petite exige uma área de superfície de apenas 1,80 m2 (6 pés quadrados).

Substituir as medidas:5,50 m2 por 1,60 m2    e   1,80 m2  por 0,60 m2

O item f. ficará assim:

f. Não existe tamanho mínimo ou máximo para uma Mostra Educativa; entretanto, para ser elegível para um Prêmio de Melhor Expositor Educativo uma mostra deve ocupar no mínimo 1,60 m2 (18 pés quadrados) de área de superfície. Exceção: uma Pequena Exposição-Padrão de Flores Petite ou Exposição-Padrão de Flores Petite exige uma área de superfície de apenas 0,60m2 (6 pés quadrados)

 

Página 333-334 II E. 1.

1. Se um aluno for reprovado em qualquer exame, a matéria do curso deve ser repetida e o aluno submetido a novo exame e aprovado. Vide pág. 333, I, B, 3, a e b.

Substituir:
Vide pág. 333, I, B, 3, a e b.

Por
Vide pág. 338, I, B, 3, a e b.

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO  nº2 - 18.02.2009

Página 4. c.

Exposição-Padrão de Flores. 

Substituir por:

Exposição-Padrão de Flores Avançada.

 

Página 14  c. 5

Substituir:

aposento devem ser julgadas pelo preenchimento escrito da escala de pontos.

Por:

aposento precisam ser avaliadas formalmente utilizando a escala de pontos.

 

Página 78  3. b.

Substituir:

b. Roseta de fitas cor de orquídea

Por:

b. Roseta de fitas de cor arroxeada

 

Página 166  J.

Incluir:

3. Bonsai. Apesar de o bonsai ser um exemplar de horticultura, ele nunca é julgado nas Exposições-Padrão do NGC, pois os Juízes Credenciados do NGC não são treinados nesta área.

Entretanto o bonsai pode ser incluído em uma mostra educativa na Divisão de Mostras Especiais onde ele é julgado como parte de um todo ao invés de ser julgado somente pelos seus próprios méritos.

Obs: o item 3 Considerações para julgamento passa a ser item 4 (4. Considerações para julgamento)

 

Página 174  D. 1

Substituir:

Para uma classe que não exige as bagas, a Escala de Pontos para Folhagem é utilizada para o julgamento. Um galho com bagas poderá ser inscrito na classe se não houver uma classe específica para bagas, porém será julgado pela Escala de Pontos para Folhagem. Todas as mostras numa classe deverão ser julgadas pela mesma Escala de Pontos. Se bagas foram exigidas, todas as mostras deverão apresentar bagas e todas serão julgadas pela Escala de Pontos para Flores.

Por:

Todos os espécimes serão julgados pela Escala de Pontos para Arbóreos. (Pág. 420)

 

Página 207 B. (primeira linha)

Substituir:

Exposta como planta cultivada em recipiente

Por:

B. Exposta como planta cultivada em recipiente ou espécime cortado.

 

Página 310 F.

Substituir:

F. Bandeja, incluindo bandejas de TV .

Por:

F. Bandeja, incluindo bandejas de TV para uma ou mais pessoas.

(OBS: O NGC explica a mudança: Bandejas são mostras funcionais e o modo funcional é descrito para duas ou mais pessoas.)

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO  nº3   18.09.2009

Página 150 e 2e.

Eliminar: “A Guide to Exhibiting and Judging Fruits, Vegetables, and Nuts” por Heber.

 

Página 173  AZEVINHO, Ilex (Aquifoliaceae) Item B

Substituir :

Exposto como espécimes arbóreos de corte, com ou sem as frutas, conforme determinado no programa. O comprimento máximo do galho é 75 cm (30 polegadas) medido da ponta do espécime até a extremidade cortada.

Por:

Exposto como espécimes arbóreos, com ou sem as frutas, conforme determinado no programa. Se exposto como espécimes arbóreos cortados o comprimento máximo do galho é 75 cm (30 polegadas) medido da ponta do espécime até a extremidade cortada.

 

Página 174  AZEVINHO, Ilex (Aquifoliaceae) Item D 1.

Substituir

Para uma classe que não exige as bagas, a Escala de Pontos para Folhagem é utilizada para o julgamento. Um galho com bagas poderá ser inscrito na classe se não houver uma classe específica para bagas, porém será julgado pela Escala de Pontos para Folhagem. Todas as mostras numa classe deverão ser julgadas pela mesma Escala de Pontos. Se bagas foram exigidas, todas as mostras deverão apresentar bagas e todas serão julgadas pela Escala de Pontos para Flores.

Por:

Espécimes cortados serão julgados pela Escala de Pontos para Arbóreos (Pág. 420). Plantas em recipientes serão julgadas pela Escala de Pontos para Espécimes em Flor (Pág.418) ou Espécimes de Folhagem (Pág. 419)

 

Página 385 Item 1)

Substituir

Juízes Credenciados, Nível 3 e 4 que forem reprovados

Por:

Juízes

Credenciados, Nível 3 que forem reprovados

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO  nº4          20.11.2009

Página 17 item 3) e. (4ª linha)

ambas, contato

Substituir por:

ambas, contanto

 

Página 70 (3º linha)

e/ou de Exposição

Substituir por:

e/ou de exibição

 

Página 70 f.(1º linha)

de Exposição

Substituir por:

de Exibição

 

Página107. Observação (ultima linha).

Ou menor em solos

Substituir por:

ou menor intensidade em solos

 

Página 237 D. 4

a dominância

Substituir por:

dominância

 

Página 137 Primeiro Paragrafo (2º linha)

"bem condicionado"

Substituir por:

"bem arrumado".

 

Página 365 item F.

Estudante Expositor

Substituir por:

Expositor Estudante

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO nº5 - 09.03.2010

Página 137  I B

Substituir

B. As mostras devem estar em posse do expositor no mínimo 90 dias. Exceção: plantas cultivadas a partir de sementes, mudinhas ou transplantes imaturos (novos). Plantios combinados, devem ter sido cultivados juntos no mínimo 6 semanas

Por

B. As mostras devem estar em posse do expositor no mínimo 90 dias. Exceção: plantas cultivadas a partir de sementes, mudinhas ou transplantes imaturos, bulbos, tubérculos, cormos ou rizomas. Plantios combinados, devem ter sido cultivados juntos no mínimo 6 semanas

 

Página 142 e 143  I A 2

Substituir

2. Anuais e bienais de corte devem estar em posse do expositor desde as sementes, estaquias ou mudinhas; perenes por no mínimo 90 dias, flores bulbosas a partir da plantação do bulbo, tubérculo, cormo, etc., ou por no mínimo 90 dias.

Por

2. Espécimes anuais,  bienais e perenes de corte devem estar em posse do expositor desde as sementes, estaquias ou mudinhas e cultivadas até a maturidade. Flores bulbosas devem  estar em posse do expositor a partir da plantação do bulbo, cormo, rizoma, ou deve ter estado sob seus cuidados como planta adulta por no mínimo 90 dias.

 

Página 150  E.2e

deletar totalmente E. 2e

ESCLARECIMENTOS: A Guide to Exhibiting & Judging Fruits, Vegetables and Nuts não está incluído na Lista de Leitura Obrigatória.  Portanto o Comitê das Escolas de Exposição de Flores acredita que ele não deva ser mencionado no Manual. Não obstante, será incluído na Lista de Leitura Recomendada.

 

Página 180 a

Substituir

a. Spray terminal/padrão. Uma flor terminal deve estar presente no ápice do spray, posicionada em altura igual ou superior a das outras flores e rodeada por quatro ou mais flores, cada uma no seu próprio pedículo (caule), a partir do caule principal (pedúnculo).

Por

a. Spray terminal. Uma flor terminal deve estar presente no ápice do spray, posicionada em altura igual ou superior a das outras flores e rodeada por quatro ou mais flores, cada uma no seu próprio pedículo (caule), a partir do pedúnculo (caule principal). Um spray no qual a flor terminal encontra-se abaixo do ponto mais alto da inflorescência, numa medida maior do que a metade do seu diâmetro, é penalizada na proporção direta da severidade de sua localização

 

Página 180 a

Deletar 2.b

2.c passa a ser 2.b

Substituir no item 2.

Padrões de cores

Por

Padrões e Cores

Substituir no item 3

a. b. c. d. e. f.

Por

f. g. h. i. j. k.

O item 2. Passa a ter a seguinte numeração. 2. a b c d e f g h i j k

 

Página 189

Deletar

3. Marcacao de Cores

 

Página 189

Substituir o item i

Marca-d’água: faixa larga de cor mais clara onde a cor das pétalas e sépalas se unem ao receptáculo floral.

Por

Marca-d’água: faixa larga de cor mais clara onde a cor das pétalas e sépalas se unem ao receptáculo floral. Cintilante.

 

Página 189

Substituir

4. As texturas poderão ser cintilantes, lisas, encrespadas ou nervadas.

Por

4. As texturas poderão ser lisas, encrespadas ou nervadas.

 

Página 189

Substituir 
a numeração 4. e 5.

Por

3. e 4.

 

Página 213 item B

Substituir

O fim da tarde é a melhor hora, pois o açúcar foi produzido e armazenado nos tecidos da planta ao longo do dia. A segunda opção é de manhã cedo. Evitar o sol do meio-dia

Por

De manhã cedo ou o fim da tarde é a melhor hora para cortar o material vegetal. Evitar cortar ao meio-dia.

 

Página 240 item Vlll B.

Substituir

Existem três tipos de padrão

Por

Existem dois tipos de padrão

 

Página 241

Deletar item Vlll B. 3

 

Página 418 - Titulo

Substituir

1. Espécimes em flor e frutas, verduras e nozes

Por

1. Espécimes em flor

 

Página  470

Substituir

PADRÃO (PATTERN). Elemento do Design; a organização de sólidos e espaços. Poderá ser considerado como uma “silhueta” ou como um modelo de louças de jantar.

Por

PADRÃO (PATTERN). Elemento do Design; a organização de sólidos e espaços.

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO nº6 - 15. 03.2010

Página 469

Inserir entre as definições:  NUMERO AUREO e OBJETO ENCONTRADO

OBJETO DESTACADO (FEATURED OBJECT). Um objeto que não é material vegetal e que é dominante em um design.

  

Página 446

Substituir 
a palavra assexual por assexuada

ESPORO (SPORE). Uma célula assexuada, não uma semente, pela qual algumas plantas se reproduzem, p.ex., musgo, samambaia, fungo.

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO nº7 - 24.05.2010

 

FAVOR INSERIR NO MEF ESTA NOVA ESCALA DE PONTOS PARA FRUTAS, VERDURAS E NOZES

 

FRUTAS, VERDURAS E NOZES

 

Identificação da Planta................................................................5

Legível. Planta devidamente identificada com gênero, espécie, cultivar, conforme apropriado.

 

Perfeição de Cultivo....................................................................60

Pico de perfeição. 15

Maturidade adequada

Fresca

Comestibilidade – valor culinário

Quantidade. 5

Quantidade requerida.

Cor. 10

Pura e uniforme.

Forma. 10

Apropriada à variedade.

Substância. 5

Firmeza do tecido. 

Textura. 5

Qualidade da superfície

Superfície aveludada evidente, se apropriado

Tamanho. 5

Típico da variedade

Uniforme

Qualidade. 5

Peso adequado.

 

Condição/Arrumação/Montagem...............................................25

Saudável, sem manchas. 10

Sem cicatrizes, fissuras, queimaduras de sol, manchas, dano mecânico, descoloração.

Arrumação. 10

Superfície aveludada intacta, se apropriado.

Limpa, caule podado, se apropriado.

Montagem. 5

 

Distinção.....................................................................................10

Superioridade em todas as qualidades relacionadas.

 

____

 

Escore total  

100

 

 

 

MEF 2007  -  CORREÇÃO nº8 - 24.05.2010

 

FAVOR INSERIR NO MEF ESTA NOVA ESCALA DE PONTOS PARA COLEÇÃO - FRUTAS, VERDURAS E NOZES

 

COLEÇÃO - FRUTAS, VERDURAS E NOZES

 

Identificação da Planta...............................................................5

Legível. Planta devidamente identificada com gênero, espécie, cultivar, conforme apropriado.

 

Perfeição de Cultivo...................................................................60

Pico de perfeição. 15

Maturidade adequada

Fresca

Comestibilidade – valor culinário

Quantidade. 5

Quantidade requerida.

Cor. 10

Pura e uniforme.

Forma. 10

Apropriada à variedade.

Substância. 5

Firmeza do tecido. 

Textura. 5

Qualidade da superfície

Superfície aveludada  evidente, se apropriado

Tamanho. 5

Típico da variedade

Uniforme

Qualidade. 5

Peso adequado.

 

Condição/Arrumação/Montagem.............................................25

Saudável, sem manchas. 10

Sem cicatrizes, fissuras, queimaduras de sol, manchas, dano mecânico, descoloração.

Arrumação. 10

Superfície aveludada evidente, se apropriado

Limpa, Caule podado, se apropriado. 

Montagem da Coleção. 5

Caule presente ou removido, conforme apropriado

 

Distinção..................................................................................10

Valor Culinário Superior. 4

Uniformidade. 3

Valor Educativo. 3

 

____

 

Escore total  

100

 

 

MEF  -  CORREÇÃO nº9 - 02.05.2011

Página 62

Substituir

C.   As classes em cada seção elegível devem ter características em comum, p.ex., seção de anuais, perenes, bienais, bulbos, uma família, ou um gênero, padrão de crescimento comum (trepadeiras), ou condições de crescimento comum, tais como flores ou folhagens cultivadas em recipientes; entretanto o fato de ser um espécime de corte não é uma característica comum qualificante. A seção poderá ser dividida em subseções com um prêmio oferecido a subseções designadas dentro da seção. Todas as subseções designadas devem compartilhar algumas características em comum.

Por

C.    As classes em cada seção elegível devem ter características em comum: 1) alguma qualidade física, p.ex., em flor, folhagem, miniatura e 2) algum padrão de crescimento comum/ciclo de vida p.ex., anuais, perenes, bienais, bulbos, hera, verduras/frutas/nozes; OU 3) um gênero (Hemerocallis, Hosta, Rosa). O fato de ser um espécime de corte não é uma característica comum qualificante. As mostras em uma seção deverão ser julgadas com a mesma escala de pontos.

 

Página 120 item D 6.

Substituir 

Existem três(3) tipos de plantios combinados.

Por

Existem quatro(4) tipos de plantios combinados.

 

Página 121 item 6.d

Inserir (novo)

6.d. Plantio em um cocho é uma paisagem em miniatura disposta num recipiente de pedra natural ou hypertufa* projetado para tolerar condições climáticas o ano todo no exterior. O volume de terra utilizado é geralmente maior do que no Jardim num Prato; os recipientes podem parecer dominantes devido ao seu tamanho. (*vide: www.hypertufa.net)

 

Página 150 item 3 a.

Substituir Item E 3. a.

Por:

a. Utilizar a Escala de Pontos indicada para frutas, verduras e nozes.

 

Página 156 item G

Substituir 

G. PLANTIOS COMBINADOS. Consistem de jardins em pratos, jardineiras e terrários.

Por

G. PLANTIOS COMBINADOS. Consistem de jardins em pratos, jardineiras, terrários e cochos.

   

Página 157 2.d

Inserir (novo)

2.d. Cocho. Uma paisagem naturalista em miniatura num recipiente projetado para suportar condições climáticas ao ar livre o ano todo. Os recipientes são geralmente de pedra, hypertufa ou outro material forte, resistentes às intempéries do clima.

1)     Os recipientes parecem dominantes com maior profundidade e volume de terra do que no Jardim num Prato.

2)     Componentes naturalistas tais como madeira decorativa e pedras, apropriadas ao tipo especifico de paisagem, poderão ser incluídos e poderão ser parte integrante da paisagem.

 

Explicação sobre Bromélia: Bromélias e outras plantas com brácteas coloridas (na realidade são folhas e não flores) são temas populares em Horticultura. Para maior uniformidade no julgamento e no ensino, é necessário mudar o titulo da Escala de Pontos (Pág. 418) de “Espécimen em flor” para “Espécimen em Flor ou Espécimen com Brácteas Coloridas”.

 

Página 176 (Bromélia)

Item C: Substituir item C

Por

C. As classes poderão ser relacionadas por plantas em flor, plantas sem flores, plantas terrestres em recipientes, montagens de espécies de epífitas, tipos solitários e agrupados ou como espécimes cortados. O binômio ou gênero e o cultivar são exigidos.

 

Item D 4: Substituir item D 4

Por

4. As plantas deverão ser expostas ou como plantas de folhagem (Escala de pontos para Folhagens) ou como plantas em flor/ brácteas. (Escala de pontos para Espécimes em Flor ou Espécimes com Brácteas Coloridas)

 

Página 177-178  Item B.

Substituir os itens B. 1. 2. 3 e acrescentar item 6.

Por

B.   As flores da Camellia japonica são classificadas como segue:

1. Simples com no máximo 8 pétalas em uma camada; os estames são todos centrais e em evidência.

2. Anêmona com uma ou mais camadas de pétalas externas dispostas lisas ou onduladas; o centro composto de petaloides e estames misturados.

3. Semidobradas com nove ou mais pétalas, com duas ou mais camadas de pétalas regulares, soltas ou irregulares; os estames são todos centrais e em evidência.

4. Nenhuma mudança

5. Nenhuma mudança

6. Forma de rosa dobrada tem muitas camadas sobrepostas, pétalas totalmente sobrepostas com o centro em forma de botão, somente abertura tardia mostrando alguns estames verdadeiros no centro côncavo.

 

Página 178-179 Item C. e D.

No item C. e D., todos os exemplos de C. Japonica e C. Sasanqua devem ser corrigidos para C. japonica e C. sasanqua.

 

Página 202 Item  C. 1

Substituir item C.1

Por

Mesmo com flores insignificantes as poinsétias são julgadas pela Escala de Pontos para Espécimes em Flor ou Espécimes com Brácteas Coloridas.

  

Página 337 item I. A

Substituir 

5 horas (primeira e segunda linha do item A)

Por

5 ½ horas

 

Página 339

item C Exame de Julgamento pela  Escala de pontos.

Substituir no fim da sentença:

Curso III e IV

Por

Curso II, III, IV.

item C 1 No inicio e no fim da sentença:

Substituir :

Curso II

Por:

Curso l

item C 2 No inicio e no fim da sentença:

Substituir :

Cursos III e IV

Por:

Cursos II, III e IV.

 

Página 348

Substituir 

Curso I. MEF, Capítulos 3,4,5,6,14...5 horas

Por

Curso I. MEF, Capítulos 3,4,5,6,14... 4 ½ horas

 

Página 349 item G.

Item G. passa a ser item H.

 

Página 349 item G.

Inserir(novo)

G. Exame Escrito de Julgamento pela Escala de Pontos

(Apenas simulado, mas obrigatório)...............1 Hora.

1.      O Comitê providenciará 3 mostras em uma classe selecionada pelo instrutor dentre as duas plantas/plantios representativos, estudados

2.      Nenhum Painel Mestre é necessário. A ser classificado pelo Instrutor. As notas não devem ser registradas na ficha do aluno.

 

Página 349 item

Curso II - Horticultura

G. e 1. & 2.: deletar o que esta escrito e inserir:

Exame Escrito de Julgamento pela Escala de Pontos.........2 horas

O Comitê providenciará 3 mostras em cada uma de duas classes representativas.

Painel Mestre obrigatório

 

Página 353 (fim da Página)

Substituir

Leitura Obrigatória....................5 Horas

Por

Leitura Obrigatória....................4 Horas

 

Página 354 item C.

Item C. passa a ser item D.

 

Página 354 item C.

Inserir(novo)

C. Exame Escrito de Julgamento pela Escala de Pontos

(Apenas simulado, mas obrigatório)...............1 Hora.

O Comitê providenciará 3 mostras para uma classe selecionada pelo instrutor

Nenhum Painel Mestre é necessário, mas o Instrutor deve criar uma folha Mestre de Julgamento pela Escala de Pontos e classificar todos os exames dos alunos. As notas não devem ser registradas na ficha do aluno.

 

Página 355 item

Curso II - Design

F.: deletar o que esta escrito e inserir:

Exame Escrito de Julgamento pela Escala de Pontos     2 horas

O Comitê providenciará 3 mostras para uma de duas classes.

Uma classe com abstração mínima, e a segunda com abstração moderada.

 

Página 418

Substituir Titulo da Escala de Pontos

ESPÉCIMES EM FLOR

Por

ESPÉCIMES EM FLOR OU ESPÉCIMES COM BRÁCTEAS COLORIDAS.

 

Página 442 Inserir:

COCHO (TROUGH). Paisagem naturalista em miniatura num recipiente projetado para suportar condições climáticas ao ar livre o ano todo.

 

 

 

MEF  -  CORREÇÃO nº10 (TNG: FALL 2011/WINTER 2012) (HB 13)    01.04.2012

Página 9 item 9 (ultima sentença)

Substituir:

Geralmente

Por:

Para Coleções e Displays

Acrescentar item a.

a.      A Diretora de Classificação  e/ou a Diretora Geral podem subdividir a uma única mostra por subclasse, pela cor, forma, tamanho, cultivar, variedade ou outras característica s distintas.

 

Página  65  inserir o novo prêmio depois do item g.:

6. PRÊMIO ELFO prêmio de seção

 

a.   Roseta pequena de fitas verde limão e roxa.

b.   Três (3) prêmios (uma por seção) podem ser oferecidos e outorgados para a mostra/s com os escores mais altos em uma seção/s elegível/is constituídos inteiramente por classes de plantas designadas como anãs ou variedades miniatura ou cultivares por viveiros ou sociedades de plantas e/ou plantas de crescimento naturalmente pequeno. Todos os requisitos Gerais e do Premio melhor Expositor de Horticultura devem ser preenchidos.

a.   As  classes em cada seção elegível devem consistir de espécimes cortados em flor e/ou em recipiente, folhagem cortada e /ou em recipiente ou espécimes cultivados em recipiente ou espécimes arbóreos.

c.   Quando qualquer outro Premio de Melhor Expositor é oferecido em uma seção, por exemplo, Prêmio de Mérito, Escolha do Cultivador, Prêmio Arboreo ou Premio Coleções, o prêmio Elfo não pode ser oferecido.

d.   Plantas designadas como anã ou miniatura nunca competem com material de tamanho padrão, e sempre são exibidas em uma seção separada, classe ou subclasse.

 

ESTE PRÊMIO INTRODUZ ALTERAÇÃO NAS PÁGINAS SEGUINTES DO MANUAL DE EXPOSIÇÃO DE FLORES:

 

Página  16  item d. 1) ultima linha.

depois Displays,

Inserir: Prêmio Elfo

 

Página 169 -  item VI (depois do item 4. Premio Escolha do Cultivador.

Inserir item 5.

Prêmio Elfo restrito a seção(ões) de anã/miniatura e material vegetal de crescimento naturalmente pequeno. O Prêmio é limitado a: em flores, folhagem. E/ou seção(ões) arbóreas. Três podem ser oferecidos. Três podem ser outorgados.

 

Página 169 -  B.

Item 5 passa a ser item 6.

 

Pág. 351– Curso IV D.

Acrescentar depois da ultima palavra (displays):

e Premio Elfo.

 

Página 157 2.d

Substituir 2. d

Por:

Componentes naturalistas tais como madeira decorativa e pedras, apropriadas ao tipo especifico de paisagem, poderão ser incluídos e poderão ser parte integrante da paisagem. Outros acessórios, tais como plástico ou animais de cerâmica, espelhos, miniatura de treliças, ferramentas de jardins, estatuetas, etc. não são permitidas.

 

Página 196 B. primeira linha

Substituir: ereta

Por: plana 

 

Página 204 C. 4

Substituir: binômio

Por: gênero

 

Página 210 Tulipa - item 5  continuar a frase acrescentado:

Exceto as espécies do tipo anã na qual uma folha é aceitável

 

Página 291 NATUREZA MORTA, item 2

Na segunda linha do item 2, depois de ...titulo da classe

Inserir: ou uma planta em recipiente,

  

Página 285 – (no meio da Página, depois do item 3)

Acrescentar o novo design:

FORMA ESTRUTURADA

O Design Forma Estruturada é um design criativo com uma estrutura, (um esqueleto ou uma estrutura de grade).

A Forma Estruturada é criada pelo expositor e sustenta o material vegetal e outros componentes opcionais. A estrutura é engenhosa e feita de material vegetal ou material feito pelo homem, ou pode ser uma combinação de ambos. É proporcionalmente maior do que o conjunto dos outros componentes.
A estrutura se auto sustenta, ou pode ser sustentada em recipientes/s ou outros dispositivos. 
Podemos usar tubitos de água ou outro meio de abastecimento de água para materiais vegetais.

O design pode ser um Design de Piso, montado em um pedestal, mesa ou suspenso.
 

Página 424 – Segunda linha

Substituir: Valor Educativo.......25

Por: Valor Educativo.................60

 

Página 466 – FORMA INVENTADA

Substituir a sentença inteira por:

Uma forma feita de material vegetal que deve ter aparência obvia de "flor e/ou folhagem” inventada.

 

Página 454 - Plantio Combinado

Adicionar cocho no fim da sentença: depois de “ jardineiras”

 

 

MEF  -  CORREÇÃO nº11 (TNG WINTER 2012) (HB 14) - 18.01.2013

 

A partir de 1 de Julho de 2013 os Cursos II, III e IV terão uma aula de 5 horas em horticultura e uma aula de 5 horas em Design. As horas restantes serão usadas para a prática de julgamento oral pela escala de pontos.

 

ESTA ALTERAÇÃO INCLUI AS SEGUINTES CORREÇÕES DE MEF EM HORTICULTURA E DESIGN

 

Página 349

Curso II - 5 horas

F. - 2ª linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 350

Curso III - 5 Horas

 

Página 350

H. - última linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 351

Curso IV - 5 Horas

 

Página 351

G. - última linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 354

Curso II - 5horas

 

Página 355

E. - quinta linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 356

Curso III - 5 horas

 

Página 357

E. - segunda linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 357

Curso IV - 5 horas

 

Página 358

D. - segunda linha

(mínimo de 2 horas).

 

Página 62

O Prêmio de Mérito foi modificado.

Substituir: o item 2.c

Por: c. As classes em cada seção elegível devem ter características em comum:

1. Alguma qualidade física, por exemplo em flor, folhagem, E

2. Algum ciclo de vida, por exemplo, anual, perene, bienal; OU um gênero, por exemplo Hemerocallis, Hosta, Rosa; OU alguma característica em comum, por exemplo verduras/frutas/nozes, ou bulbos em flor ou folhagem, vinhas em flor ou em folhagem, ervas em flor ou em folhagem, orquídeas, etc...

O fato de ser um espécime de corte não é uma característica comum qualificante.

As mostras em uma seção devem ser julgadas pela mesma escala de pontos.
 

Página 59 item 1C

Inserir:

Todas as mostras elegíveis a um prêmio de seção devem ser julgadas pela mesma Escala de Pontos.

 

Página 64 - item 5.c

A primeira sentença deverá ser como segue:

O programa poderá incluir uma seção com três (3) ou mais classes consistindo somente de coleções ou displays. Para exposição de flores maiores.....

 

Página 371

Deletar a sentença (linha 5):

“O Diretor Estadual da EEF também ira enviar uma copia do formulário nº 5B ao Diretor Regional de Exame do manual para fins de registro”.

 

Página 371 - item E. 3

Substituir:

Linhas 13 e 14 

Por:

Diretamente para o aluno.

 

Página 376 – item 3

Deletar:

No Exame de Julgamento pela Escala de Pontos de cada matéria, horticultura e design, a média das notas das duas classes deve alcançar nota 70 ou maior para aprovação naquela matéria.

Inserir:

O aluno deve alcançar nota 70 ou mais em cada matéria.

 

Página 411 - III A. Conformidade

Inserir:

1. Quando um tipo de design tiver sido especificado, seu valor será de 10 pontos para conformidade. Os restantes 10 pontos serão divididos igualmente entre os requisitos restantes. Se o tipo de design não for especificado... Pontos alocados para essa qualidade deverão ser divididos em partes iguais entre os requisitos especificados na descrição da classe.

 

Página 423 - Escalas de Pontos para Design tipo 1 e tipo 2.

Inserir:

De acordo com todos os requisites do Programa....20 pontos

Tipo de design (se aplicável).................................10 pontos

Requisitos restantes................................................10 pontos